domingo, 18 de janeiro de 2009

MEMÓRIAS...

Ando escrevendo minhas memórias, o que é um curioso aprendizado de vida e dentre muitas conclusões, a principal é que o tempo consegue ser mais rápido do que os nossos sonhos. 

Ainda ontem, eu não passava de uma adolescente, me distraí e quando vi...

Nosso sol ainda está sob o signo de capricórnio, aniversário de muita gente boa (modéstia á parte), então resolvi, pra começar a semana, lembrar de uma grande capricorniana - Simone – na belíssima interpretação de “Resposta de ao tempo” de Aldir Blanc e Cristovão Bastos. Essa é uma das canções que eu gostaria de ter feito. Covardia... Quem não gostaria?




2 comentários:

C. Marley disse...

Nobre colega Isolda,

Reproduzir fatos vividos é uma experiência marcante, pois no longo caminho da vida passamos por várias estações. Algumas delas gostaríamos ter ficado, em outras preferíamos nem lembrar, mas o percurso deve ser todo realizado e vamos continuar repetindo algumas estações. A nossa luta contra o tempo é desigual. É como escreveu Caetano Veloso: “O tempo não pára, e no entanto ele nunca envelhece”. Quanto à canção interpretada por Simone é linda e a interpretação maravilhosa. Você não fez essa canção, mas compôs outras tão belas como essa.

Um grande abraço

Isolda disse...

Obrigada meu amigo

Beijos